domingo, 22 de fevereiro de 2009

Mortes por câncer vão dobrar em 40 anos, diz estudo

Da BBC Brasil

O número de mortes por câncer deve dobrar nos próximos 40 anos, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Fundo Mundial de Pesquisas sobre Câncer (WCRF, na sigla em inglês) que vai ser divulgada na próxima semana, de acordo com uma reportagem do jornal The Observer deste domingo.

Atualmente, 7 milhões de pessoas morrem todo o ano por causa da doença, e este número deve saltar para mais de 10 milhões até 2020. Nos próximos 40 anos, o total deve dobrar.

Segundo o coordenador do relatório do WCRF, Michael Marmot, um dos principais fatores por trás do aumento alarmante na incidência da doença é a obesidade.

"Estamos preocupados com o país (Grã-Bretanha), mas também com Egito, México, Brasil e países do Oriente Médio", disse Marmot, da University College London, ao Observer.

O especialista compara a urgência na necessidade de combater o câncer à urgência do combate ao aquecimento global. Para ele, "uma grande proporção dessas mortes pode ser evitada ou atrasada".

O novo relatório do WCRF, elaborado por um painel com 23 especialistas, deve ser publicado na quinta-feira.

Os especialistas já tinham publicado um relatório em 2007 no qual advertiam para a necessidade de não consumir carne vermelha nem álcool em quantidades exageradas.

Entre as recomendações do grupo estão também praticar mais atividades físicas.

> Câncer é a primeira causa de morte por doença entre crianças e adolescentes. (novembro de 2008)

Nenhum comentário:

Postar um comentário