Pular para o conteúdo principal

Cientistas transformam células de porcos em células-tronco

do Estado de S.Paulo

Cientistas chineses anunciaram nesta quarta-feira que conseguiram induzir células de porcos a se transformarem em células-tronco que, como células embriônicas, são capazes de se converter em qualquer tipo de célula do organismo. 

De acordo com o Instituto de Bioquímica e Biologia Celular de Xangai e da Academia Chinesa de Ciências, esta é a primeira vez em que são utilizadas células somáticas (que não são de espermatozoides ou óvulos) de um animal ungulado (mamíferos que têm os dedos recobertos de cascos) na criação de células-tronco.

Os pesquisadores usaram fatores de transcrição (proteínas que se ligam ao DNA de células) para reprogramar células retiradas da orelha e da medula óssea de porcos. Esses fatores foram introduzidos nas células através de um vírus, e se transformaram em células-tronco do tipo embriônicas.

A descoberta pode abrir caminho para a pesquisa de novos tratamentos para doenças genéticas humanas e a modificação genética de animais para o transplantes de órgãos em humanos, de acordo com o chefe do instituto, Lei Xiao.

"Os porcos são de uma espécie significativamente semelhante à dos seres humanos em sua forma e função, e as dimensões dos órgãos são bastante semelhantes às dos órgãos humanos", afirmou o especialista. "Nós poderíamos usar células-tronco embriônicas ou células-tronco induzidas para modificar genes ligados à imunidade dos porcos para fazer com que os órgãos suínos sejam compatíveis com o sistema imunológico humano."

"Assim nós poderíamos usar esses porcos como doadores, para fornecer órgãos que não provoquem uma reação adversa do sistema imunológico do paciente."

Lei Xiao espera ainda que possam ser desenvolvidos porcos resistentes a doenças como a febre suína.

O especialista, contudo, advertiu que pode levar vários anos para que as potenciais aplicações médicas desta experiência possam ser implementadas.

A pesquisa foi divulgada na revista Journal of Molecular Cell Biology.

> Brasil cria 1ª linhagem de célula-tronco embrionária sem o uso de embriões. (janeiro de 2009)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artigos de Luiz Felipe Pondé

Marketing social é coisa de gente mentirosa e egoísta.
Título original: Marketing social (3 de setembro de 2012)

Quem acha 'todo outro lindo' deveria defender apedrejadores.
Título original: Sensibilidade cultural (13 de agosto de 2012)

Ser humano só revela o que tem de melhor quando é esmagado.
Título original: "Bonequinha de Luxo" (6 de agosto de 2012)

Todo mundo quer ser 'legal' e ninguém quer ser pecador.
Título original: Ideologia de privada (30 de julho de 2012)

Espiritualidade trágica dos gregos é a melhor.
Título original: Nêmesis (23 de julho de 2012)

Mercado do apocalipse verde tem tudo do fanatismo
Título original: O infiel (16 de julho de 2012)

Todo mundo que crer salvar o mundo é autoritário
Título original: Demagogia verde dos salvadores (15 de junho de 2012)

Inferno não são os outros, mas o 'marketing do eu', diz Pondé
Título original: Meu inferno mais íntimo (4 de junho de 2012)

Só mentirosos negam que sejamos responsáveis por nossas escol…

O que muda na língua portuguesa com a reforma ortográfica

A reforma ortográfica só será obrigatória a partir de 2012, mas as novas regras já podem começar a ser aplicadas a partir de 2009. O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa uniformiza o português do Brasil, Portugal, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. Veja o que muda neste texto do professor Sérgio Nogueira. 



> Regras especiais


1ª) Regra dos hiatos (abolida pela reforma ortográfica):
Como era?
Todas as palavras terminadas em “oo(s)” e as formas verbais terminadas em “-eem” recebiam acento circunflexo: vôo, vôos, enjôo, enjôos, abençôo, perdôo; crêem, dêem, lêem, vêem, relêem, prevêem.

Como fica?
Sem acento: voo, voos, enjoo, enjoos, abençoo, perdoo; creem, deem, leem, veem, releem, preveem.


Que não muda?
a) Eles têm e eles vêm (terceira pessoa do plural do presente do indicativo dos verbos TER e VIR);

b) Ele contém, detém, provém, intervém (terceira pessoa do singular do presente do indicativo dos verbos derivados de TER e VIR: conter, deter, manter, obter, provir, intervir, convir);���…

Europa tem 75 mil prostitutas do Brasil

Em ruas de prostituição de Genebra, na Suíça, português é língua corrente. Nos classificados de jornais europeus, apresentar-se como “brasileira” costuma render mais clientes e programas mais caros. Não por acaso estrangeiras fingem ser do País para competir pela atenção dos homens.


do Estado de S.Paulo

Estimativas da Organização Internacional de Migrações (IOM), agência ligada à ONU, apontam quase 75 mil prostitutas brasileiras trabalhando hoje na Europa. E esse número só cresce. “Espanha, Holanda, Suíça, Alemanha, Itália e Áustria são os principais destinos”, diz a entidade. E o total de mulheres que deixam o Brasil é bem superior ao de homens. Na Itália, dos 19 mil brasileiros vivendo legalmente no País em 2000, 14 mil eram mulheres. O número elevado de prostitutas contribui para a diferença.

Dados do governo espanhol apontam existência de 1,8 mil prostitutas brasileiras no país e 32 rotas de tráfico de mulheres. Muitas usam Portugal como porta de entrada e praticamente todas chegam…