sábado, 17 de maio de 2008

Madrasta de Isabella é atendida com infecção intestinal (Agência Estado)

Reclamando de infecção intestinal, Anna Carolina Jatobá, presa em uma cela isolada da penitenciária feminina de Tremembé, no Vale do Paraíba, foi diagnosticada nesta sexta-feira pelo médico José Roberto FragaFilho. O médico veio de São Paulo acompanhado de dois advogados da madrasta de Isabella Nardoni.

"Ela está com uma gastroenterocolite, foi medicada, e permanece estável. Pode ser por conta da comida, diferente do que ela estava acostumada". Fraga Filho disse que ela tem se alimentado normalmente e descartou a hipótese da madrasta de Isabela Nardoni estar grávida.

"Não, de maneira nenhuma, ela acabou de sair do período menstrual". Apesar das dores que vinha sentindo, segundo o médico, não será necessária a transferência de Anna Carolina para uma unidade hospitalar. "Ela vai tomar remédios e logo estará bem".

Anna Carolina passa o dia isolada em uma cela e sem banho de sol.

"Isso nos preocupa muito, tanto aos advogados como à família", disse o advogado Ricardo Martins. Ela permanece até sábado em Regime de Observação, e no domingo deverá receber visita da mãe. "A visita será no domingo, no período da tarde e a mãe dela deve entrar sozinha".

A partir deste dia Anna Carolina poderá sair uma hora por dia dascelas e entrar para o convívio com as outras presas. "Soubemos que umaou outra presa se manifestou, mas segundo a direção da penitenciária está tudo tranqüilo. Talvez ela não queira sair até se sentir segura".

O médico e dois advogados do casal chegaram à penitenciária feminina por volta das 11h30 e permaneceram no local por uma hora e quinze minutos. Na saída, também informaram à imprensa o novo pedido de habeas corpus protocolado no Superior Tribunal de Justiça, em Brasília.

"Hoje Ana Carolina foi informada oficialmente dos próximos passos da defesa. Embora bastante abalada, ela pergunta do marido, dos filhos e da família e permanece confiante de que a verdade prevalecerá", disse Martins. Jatobá já havia sido informada da decisão judicial do primeiro habeas corpus pelos próprios funcionários.

Ainda segundo os advogados, a direção da penitenciária tem oferecido alguns livros e revistas para que Anna Carolina se distraia durante o dia. "Eu não sei o que ela tem lido, mas tudo vem da biblioteca da penitenciária".

> Alexandre Nardoni é transferido para o presídio de Tremembé.

> Caso Isabella.

Nenhum comentário:

Postar um comentário