Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 29, 2011

Hominídeo macho de há 2 milhões de anos era 'caseiro', diz estudo

por Marco Varella, colaborador da Folha

Pesquisadores acabam de mostrar que, entre ancestrais do homem que viveram na África, as fêmeas é que costumavam se aventurar para longe de seu grupo de origem na hora de acasalar.
Já os machos das espécies Australopithecus africanus [na reprodução] e Paranthropus robustus, que viveram há cerca de 2 milhões de anos, tendiam a ficar em casa ""no caso, um conjunto de cavernas na África do Sul"" após a puberdade.
A novidade do estudo, que está na revista Nature, é que ele usa uma tecnologia de ponta, a chamada ablação a laser, para "buscar novas formas de fazer ossadas antigas falarem", diz Matt Sponheimer, da Universidade do Colorado, um dos autores.

Trata-se de uma técnica não invasiva em que o laser identifica o nível de variantes do elemento químico estrôncio presentes no esmalte dos dentes dos hominídeos.
O estrôncio ocorre naturalmente em rochas e no solo e é incorporado por animais durante a alimentação. A propor…