Postagens

Mostrando postagens de Setembro 12, 2010

Informações sobre o mal de Alzheimer

Biópsia de pele pode servir para diagnosticar mal de Alzheimer

Imagem
da agência Efe

MADRI - Um grupo de pesquisadores espanhóis liderado por Miguel Calero, do Instituto de Saúde Carlos III, avalia se uma biópsia da pele pode se tornar uma ferramenta para o diagnóstico precoce do mal de Alzheimer, doença que atinge 430 mil pessoas só na Espanha.

Essa é uma das linhas de investigação realizadas na Fundação Cien (Centro de Investigação de Doenças Neurológicas), que será apresentada no VII Simpósio Internacional "Avanços no mal de Alzheimer", em 21 de setembro, dia mundial da doença.

O principal objetivo do projeto de Calero, parcialmente financiado pela Fundação Rainha Sofia, é analisar as alterações moleculares periféricas - diferentes das manifestadas no cérebro - associadas ao Alzheimer por meio de biópsias de pele de pacientes e pessoas saudáveis.

O mal de Alzheimer é uma doença do sistema nervoso central e, segundo o especialista, é complicado acessar o cérebro. As células epiteliais compartilham da mesma formação genética e estão submetida…

Pessoa introspectiva tem cérebro maior, revela estudo

Imagem
Algumas pessoas conhecem suas mentes melhor que outras, e a pesquisa descrita nesta semana é um passo para entender a biologia por trás de um aspecto importante da consciência humana.

Trata-se de um trabalho necessário para que, um dia, se possam compreender doenças ou ferimentos no cérebro que provam as pessoas de aspectos fundamentais da reflexão sobre si mesmas, como esquizofrênicos que não acreditam que estão doentes e, por isso, rejeitam medicação.

Ao descobrir as bases neurológicas da consciência de si mesmo "seremos capazes de criar estratégias para intervir nesses casos e melhorar a capacidade introspectiva das pessoas?", pergunta Stephen Fleming, do University College London, principal autor da pesquisa publicada na revista Science.

Introspecção é basicamente pensar sobre o que se está pensando, um modo de julgar os próprios pensamentos e ações - algo intrinsecamente difícil de estudar.

A pesquisa britânica encontrou um meio de medir a capacidade introspectiva ao com…

Abusos sexuais desestabilizam a igreja belga e abala o país

Imagem
por Jean-Pierre Stroobants, do Le Monde

A publicação de um relatório oficial, que reúne depoimentos sobre abusos sexuais atribuídos a padres, vem desestabilizando a Igreja belga, acusada de querer abafar o caso, e abala o país.

De um lado, as palavras. “Nós queremos nos comprometer a uma disponibilidade máxima para as vítimas”, afirma Dom Andre-Joseph Leonard, arcebispo de Malines-Bruxelas e primaz da Bélgica. De outro, as imagens. Elas mostram Rik Devillé, um padre flamengo, diretor da associação Direitos Humanos na Igreja, expulso por um vigia da sala onde o chefe dos católicos belgas ia, na segunda-feira (13), em Bruxelas, manifestar sua compaixão e sua vontade de buscar – finalmente – o diálogo com aqueles que foram abusados por padres.

A Igreja Católica da Bélgica respondeu a um escândalo de abuso sexual com planos de criar um centro de reconciliação e de estabelecer novas regras para o clero, mas grupos ligados às vítimas disseram que as medidas são insuficientes.
"Os último…

Alzheimer pode ser 'diabetes cerebral', diz pesquisa da UFRJ

Imagem
por Reinado José Lopes, da Folha

Novos dados obtidos por pesquisadores da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) reforçam a ideia de que há uma relação íntima entre o diabetes e o mal de Alzheimer, devastadora doença degenerativa do cérebro.

Para ser mais exato, o Alzheimer seria, grosso modo, a diabetes do cérebro, interferindo na sinalização do hormônio insulina, o mesmo cuja ação fica desregulada no organismo de diabéticos.

"É claro que o mal de Alzheimer continuará sendo uma doença multifatorial [ligada a múltiplos fatores]", disse à Folha a neurocientista Fernanda De Felice, do Instituto de Bioquímica Médica da UFRJ. "Mas achamos que a insulina pode ser central na gênese da doença."

De Felice apresentou os últimos resultados a respeito da ideia durante o 34º congresso anual da SBNeC (Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento), na cidade de Caxambu (MG).

Estudos com dois tipos de cobaias -camundongos transgênicos e macacos cinomolgos (Macaca…

Natascha relata os horrores do seu cativeiro de 10 anos

Imagem
por Frank Bauer, do The Guarian, publicado no Brasil pelo Estado de S.Paulo

É uma tarde gelada no fim de agosto, numa área não particularmente mozartiana de Viena. Natascha Kampusch (foto) está diante de mim no escritório do seu agente, e me estende a mão. À sua esquerda está o agente, Wolfgang Brunner, à direita seu tradutor, Jill Kreuer. Boca fechada, lábios apertados. Observo uma pequena mancha descolorida na pele da sua mão, resultado de uma ferida, provocada por uma surra que nunca sarou completamente.

"Choro por ele", ela disse, referindo-se ao seu sequestrador, Wolfgang Priklopil. A admiração transformou-se em indignação e confusão e ela começou a receber cartas de ódio. Assim, começou a escrever um livro de memórias, 3.096 Dias, explicando tudo. Trata-se de uma crônica intuitivamente brilhante dos seus anos de cativeiro.

Natascha tinha concordado em conversar comigo sobre o livro. Mas, ainda muito nervosa, seus lábios continuam colados. Olho ansiosamente para ela. Te…

'Há mais escravos no mundo hoje que em qualquer outro período'

Imagem
por Carolina Rossetti, do Estado de S.Paulo

Com o livro inaugural Disposable People (algo como Pessoas Descartáveis), publicado em 1999, o sociólogo americano Kevin Bales tinha intenção de chocar o mundo. Queria abrir os olhos dos que achavam que escravidão era ranço do passado. Dez anos e seis livros mais tarde, sempre investigando o mesmo tema, Bales agora quer provar que a devastação ambiental tem íntima relação com a escravidão moderna - seu sétimo livro será sobre isso. Reconhece que a conscientização sobre o problema aumentou, mas ainda há um longo caminho para se chegar à abolição universal.

Fundador da organização Free the Slaves, criada para articular esforços globais em torno do problema, para Bales a escravidão nunca deixou de existir, apenas mudou de forma. Há mais escravos no mundo hoje que em qualquer período da história. E a vida deles não vale um vintém. Otimista, Bales não acha difícil extirpar esse câncer. Conhecimento para tanto, temos. O que falta é decisão política…

Talvez esteja na hora de Hawking deixar Deus em paz

Imagem
por Marcelo Gleiser, para a Folha

Stephen Hawking (foto), o famoso físico da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, está mais uma vez ocupando manchetes e blogs pelo mundo afora. A razão é a publicação de seu livro "O Grandioso Design" ("The Grand Design"), com Leonard Mlodinow, do Caltech (Instituto de Tecnologia da Califórnia).
A atenção é consequência da afirmação feita por Hawking de que a física resolveu a questão da origem do Universo e que, portanto, Deus não é necessário. Na verdade, isso não passa de mais uma batalha numa guerra um tanto longa e inútil.
Em seu bestseller "Uma Breve História do Tempo", publicado em 1988, Hawking escreveu: "Se o Universo é contido em si mesmo, sem borda ou fronteira, não teria começo ou fim: simplesmente seria. Neste caso, qual o lugar de um criador?"
Mais adiante: "Se descobrirmos uma teoria completa, filósofos, cientistas e o público leigo tomariam parte na discussão de por que o Universo e nós ex…