Foi o universo que se criou, e não Deus, diz Hawking

da Reuters

Deus não criou o universo e o "Big Bang" foi uma consequência inevitável das leis da física, argumenta o eminente físico teórico britânico Stephen Hawking (foto) em um novo livro.

Em "The Grand Design" (O Grande Projeto, tradução livre), escrito conjuntamente com o físico norte-americano Leonard Mlodinow, Hawking diz que uma nova série de teorias tornava a ideia de um criador do universo um conceito redundante, segundo o diário britânico The Times, que publicou trechos do livro nesta quinta-feira.

"Por existir uma lei como a da gravidade, o universo pode e irá se criar a partir do nada. A criação espontânea é o motivo pelo qual existe algo além do nada, por que o universo existe, e por que nós existimos", escreve Hawking.

"Não é necessário invocar Deus para iniciar uma reação e impulsionar o andamento do universo."

Hawking, de 68 anos, que conquistou reconhecimento mundial com seu livro "Uma Breve História do Tempo", de 1988, um registro das origens do universo, é renomado por seu trabalho sobre buracos negros, cosmologia e gravidade quântica.

Desde 1974, o cientista está trabalhando para casar dois pilares da física moderna — a Teoria da Relatividade, de Albert Einstein, relacionada à gravidade e fenômenos em grande escala, e a teoria quântica, referente a partículas subatômicas.

Seus mais recentes comentários sugerem que ele rompeu com suas ideias anteriores sobre religião. Anteriormente, ele escreveu que as leis da física significavam que simplesmente não era necessário acreditar que Deus teria participado do Big Bang.

Ele disse em "Uma Breve História do Tempo": "Se descobrirmos uma teoria completa, seria o triunfo definitivo da razão humana — pois então compreenderemos a mente de Deus."

Em seu último livro, ele disse em 1992 que a descoberta da órbita de outra estrela além do Sol ajudava a desconstruir a visão do pai da física, Isaac Newton, de que o universo não poderia ter surgido do caos, mas foi criado por Deus.

"Isso faz as coincidências de nossas condições planetárias — um único Sol, uma combinação de sorte de uma distância entre a Terra e o Sol e a massa solar, muito menos impressionante, e evidência muito menos convincente de que a Terra foi criada cuidadosamente apenas para agradar aos seres humanos", diz ele no livro.

Hawking consegue falar apenas por um sintetizador de voz computadorizado, em decorrência de uma neurodistrofia muscular que avançou nos últimos anos e o deixou quase completamente paralisado.

Ele começou a sofrer da doença em seus 20 e poucos anos, mas conseguiu se estabelecer como uma das maiores autoridades no mundo científico. O físico também teve participação especial no filme "Jornada nas Estrelas" e nos desenhos animados "Futurama" e "Os Simpsons".

No ano passado ele anunciou que estaria deixando o cargo de professor lucasiano de matemática na Universidade de Cambridge que mantém desde 1979. O posto já foi anteriormente assumido por Newton.


Comentários

  1. Sempre a mesma argumentação: do nada ... do nada ... do nada .. caos, caos, surgimento de vida do nada, etc.
    Se for dito que essa história de Big Bang está numa cachola mítica bem montada pela mídia e com a qual não podemos discutir ninguém dá atenção.
    Mas o problema é simples, tão simples que foi quase inacessível conseguir prospectar uma boa gama de sua solução:
    Pra entender o que é movimento é preciso entender também o que é energia, ponto. Pra entender o que é um feedback quântico é preciso entender o comportamento fundamental das mínimas unidades não-mistas que interagem.
    Enfim pra saber fazer uma frase dessa que está aqui é preciso saber um pouco de umas tantas coisas que nunca foram pensadas antes. Mas a CRENÇA e a teo-pulhítica impedem que a Sociedade evolucione o Conhecimento Humano. E assim o que era para ser divulgado desde 1985 até hoje está sendo boicotado pelos mandantes de crenças que escravizam os países.
    Assim que a Lógica Espacial entrar em discussão ampla nas escolas e universidades aí então vamos dar um passo definitivo de avanço na Física, na forma do conviver social, e no modo de tratarmos o Planeta.
    Por enquanto temos tb um lançamento razoável: trata-se do livro Número-Primo – Arte & Natureza que já começa a esboçar um gerenciamento de conhecimento para aprimorar nosso modo de contactar idéias extraordinárias. Por aqui, por esse acervo do Pensador Haddammann está uma via para um viver com mais juventude e menos feiúra pessoal e civil. Boa Sorte pra todos nós.

    ResponderExcluir
  2. Bem pelo o que eu saiba explosão causa destruição e não vida. Para crer nisso presisa de mais fé, do que acreditar que o mundo foi criado por DEUS(claro que foi)

    ResponderExcluir
  3. Como sempre todo cientista é Ateu, e se acha o dono da verdade,eles se acham DEUS, se eles são tão bons pq esse aí não encontrou uma solução para o seu ´problema que era estar em uma cadeira de rodas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Responde você. Se Deus ama à todos, pq ele está numa cadeira de rodas?

      Excluir
    2. Como teísta devo dizer que a vida na terra é não é perfeita ou imperfeita, e sim pode ser por consequência, ele pode está em uma cadeira de rodas, mas quando morrer, pode ser que se encontre a paz e a felicidade em Deus, pois você só existe com a criação dele!

      Excluir
  4. Pois é...tudo surge do nada, como em uma passe de mágica. É só balançar a varinha e pronto: vidas aparecem e desaparecem, sentimentos como amor, solidariedade, compaixão...surge do nada ! Sentimos tudo e tudo isso é NADA ! É preciso ser um cientista muito idiota e hipócrita pra acreditar nisso e, o que é pior: consagrado pelos maiores cientistas do planeta ( que também são um bando de idiotas ). Imagine a beleza de uma flor, o sorriso de uma criança, a complexidade do corpo humano, a natureza, que é um deleite de cores e maravilhas inexplicáveis... é CLARO QUE EXISTE ALGO MUITO MAIOR ! O NADA não é e nunca será capaz de criar tudo o que presenciamos e sentimos ! Nós, seres humanos, somos perfeitos e maravilhosos ! Nossos corpos funcionam de uma forma que nenhum cientista maluco conseguiu explicar até hoje. Existe um Deus e Ele é DEUS, não precisamos ver ou ouvir...Ele está dentro de nós através do amor que sentimos pelas pessoas, da esperança no futuro e das alegrias que tivemos até hoje em nossas vidas. Esse cara pode ser inteligente e blá blá blá, o bam bam bam do mundo científico...mas não passa de um pobre coitado, digno de pena, que não conseguiu nem ao menos curar seu próprio corpo, quanto mais convencer o mundo de que Deus não existe. Garanto que se ele tivesse FÉ EM DEUS, não estaria nesta situação. É uma pena, pois ele poderia usar todo o seu conhecimento e inteligência para melhorar muitas coisas no mundo.

    ResponderExcluir
  5. Não sei se as pessoas que colocam este comentários são burras mesmo ou nem se deram ao trabalho de ler o livro.

    O Big-Bang NÃO foi uma explosão;
    O universo NÃO surgiu do nada;
    Zombar da doença de um homem na cadeira de rodas é tão doente para uma pessoa que acredita em um deus bondoso...;

    Assistam este vídeo, ao menos: http://dsc.discovery.com/videos/curiosity-the-big-bang.html#mkcpgn=snag1

    ResponderExcluir
  6. A matéria acabou de colocar a citação do cientista falando que o universo surgiu do Nada e entra um ateu aqui comentando que o universo Não surgiu do nada... Vai entender

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Artigos de Luiz Felipe Pondé

Europa tem 75 mil prostitutas do Brasil

O que muda na língua portuguesa com a reforma ortográfica