Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 13, 2009

O maldito passado de Rubens Fonseca

A participação de Rubem Fonseca no Ipes, entidade que deu apoio
à ditadura, é um episódio escamoteado em sua biografia. Uma pesquisa
recente mostra que a colaboração foi mais longa do que ele admite.por Jerônimo Teixeira, de Veja

Publicado em 1975, Feliz Ano Novo, de Rubem Fonseca (foto, no fim dos anos 70), seria recolhido pela censura no ano seguinte. O ministro da Justiça, Armando Falcão, autor do despacho que determinou a proibição da coletânea de contos, disse em uma entrevista: "Li pouquíssima coisa, talvez uns seis palavrões, e isso bastou". O livro só seria liberado em 1989, depois de uma longa batalha judicial. O episódio ajudou a conferir uma certa aura contestadora a Rubem Fonseca, como se ele fosse a encarnação real do escritor maldito que protagonizava Intestino Grosso, um dos contos censurados. Mas o embate com a ditadura foi precedido por um episódio ainda hoje recalcado em sua biografia: Rubem Fonseca participou de uma instituição que fornece…