Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 18, 2009

Revista publica relatório policial sigiloso sobre médico acusado de abusar de pacientes

por Cláudio Tognolli, da revista Joyce Pascowitch, edição de setembro de 2009Os descomunais espaços a separarem o luminoso doutor Roger Abdelmassih do monstro pintado pela mídia (e que as suposta vítimas esmeram-se em esculpir) começaram a ser apertados por uma morsa que, na verdade tem apenas oito páginas e 291 linhas – relatadas em 13 de julho de 2009 pela delegada de Polícia Civil Celi Paulino Carlota. O documento está sob segredo de Justiça. E a J.P. o publica, com exclusividade, guiada por decisão prolatada há cinco anos pelo ministro Celso de Mello, do STF. Para ele, segredo de Justiça deve ser seguido à risca pelas autoridades detentoras do mesmo. Jornalista, seguindo a decisão, obviamente não é autoridade. Publicar essas informações requerer uma refletida moderação. Nesses casos, trata-se de assunto de interesse público.Deixado a si mesmo em uma cela de 40º Distrito Policial de São Paulo, o médico Roger, de 65 anos, obviamente envereda por aqueles recamos a que todo acusado se…

Mulher do futuro será menor, mais gordinha e mais fértil, diz estudo

da New Scientist, publicado na FolhaAs mulheres do futuro serão levemente mais baixas e rechonchudas, terão corações saudáveis e um tempo reprodutivo mais extenso. Estas mudanças são previstas a partir de extensas provas para documentar que o processo evolutivo ainda atua sobre os humanos.Os avanços médicos significam que muitas pessoas cuja morte ocorreria durante a juventude agora vivem até a terceira idade. Isso leva a uma crença de que a seleção natural não afeta seres humanos e que estes, portanto, pararam de evoluir."Isso é simplesmente falso", disse Stephen Stearns, biólogo evolucionista da Universidade de Yale. Ele afirma que, embora as diferenças na sobrevivência já não possam mais selecionar aqueles com maior aptidão e seus genes, as diferenças na reprodução ainda podem. A questão é se mulheres que têm mais crianças possuem esses traços distintivos, que elas repassariam aos seus descendentes.Para desvendar a questão, Stearns e seus colegas trabalharam com dados do …

Por que ainda se deveria acreditar em Deus? O teólogo Küng tenta responder

Em  entrevista à revista alemã Stern, o teólogo alemão Hans Küng (foto) é confrontado pelo entrevistador sobre suas convicções de fé e teológicas. Há 20 anos de ter sua "missio canonica" - a autorização para o ensino da teologia católica - sido revogada pela Congregaçãopara a Doutrina da Fé, devido às suas críticas a João Paulo II, Küng encara também o tema da morte e avalia a sua trajetória de vida.A reportagem é de Arno Luik, publicada na revista alemã Stern,  em 15 de outubro de 2009.  Publicada em alemão, ela foi traduzida do italiano por Moisés Sbardelotto para o IHU Online.Senhor Küng, tenho uma tia com 98 anos que tem um grave problema: ela tem certeza que vai para o paraíso e irá encontrar lá seu marido, filhos e conhecidos, mas se questiona em que estado estarão: jovens, velhos, doentes, sãos?Entendo que a sua tia tenha tais preocupações. Não se sabe o que pode nos esperar além da porta da morte. Pessoalmente, não posso e não quero imaginar como é o paraíso. Toda pe…