Conselho aprova atendimento psicológico pela internet

O Conselho Federal de Psicologia aprovou resolução em 2005 que regulamenta o atendimento psicológico mediado pelo computador. Assim, é possível contar com ajuda psicológica por e-mail, mensageiro instantâneo e bate-papo. Existem serviços gratuitos, embora a grande maioria seja paga. Veja os sites cadastrados pelo Conselho.

A clínica da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) possui o atendimento on-line gratuito para usuários. A coordenadora do Núcleo de Pesquisas da Psicologia em Informática, Rosa Farah, destaca que a modalidade aprovada é de orientação psicológica e não pode ser comparada a uma terapia presencial. "O objetivo é orientar e aconselhar a procurar ajuda de um profissional, se for o caso. Algumas pessoas só precisam de um acolhimento para seus problemas e não necessitam de um trabalho mais próximo".

O e-mail do núcleo recebe desde 98 questões sobre as mais diversas angústias humanas: filhos que vão mal na escola, problemas de relacionamento e depressão.
"A partir de 2006, as queixas de uso abusivo de Internet e informática passaram a ser grandes. Assim, foi criado um grupo de trabalho paralelo apenas para atender pessoas com este vício".

Ela conta que existia um espaço na clínica para tratar viciados em Internet, mas que as pessoas resistiam a ir ao tratamento. Já pela Internet existe maior aceitação para dar o primeiro passo. Além disso, a psicóloga lembra que pessoas que moram em lugares remotos ou fora do país encontram neste canal a possibilidade de buscar ajuda.


Outro trabalho oferecido pelo Núcleo foi o de orientação profissional via Internet. Por cerca de 3 anos foram atendidos mais de 2.000 jovens de todo o país. A pedido de uma instituição financeira, eles ofereceram orientação de dois meses para cada grupo de adolescentes. "Eles não teriam acesso a este tipo de trabalho, seja pela condição socioeconômica quanto pelo lugar geográfico".

por Lilian Ferreira, do Uol.

Comentários

  1. O trabalho ainda está em desenvolvimento no Brasil, porém temos resultados interessantes e promissores.
    https://www.psicologiaaplicada.com.br e https://www.insca.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Artigos de Luiz Felipe Pondé

Europa tem 75 mil prostitutas do Brasil

O que muda na língua portuguesa com a reforma ortográfica