Padrasto é preso acusado de abusar de três enteadas no Pará (Globo Online)

BELÉM - O pedreiro Elias Ferreira Barata, de 50 anos, foi preso em flagrante por policiais da delegacia da Cidade Nova, no Pará, acusado de abusar sexualmente das três filhas da esposa dele. Segundo a polícia, os abusos aconteciam há pelo menos quatro anos.

O pedreiro foi preso na casa da família no loteamento Guerreiro de Jeová, no Icuí-Guajará, logo após tentativa de abuso em duas enteadas, uma de 12 e outra de 14 anos.

- A de 12 anos ele ainda tentou esganar - disse o delegado Vicente Costa, da delegacia da Cidade Nova.

O fato foi denunciado por tias das meninas e passou a ser investigado pela polícia. Uma terceira enteada, de 16 anos, que não mora mais na casa do pedreiro, também contou que sofria abusos durante o tempo em que morou com a mãe.

Todas as vítimas foram encaminhadas ao Pró-Paz para fazer exames de lesão corporal, conjunção carnal e ato libidinoso.

O acusado foi autuado na lei Maria da Penha, por agressão à enteada de 12 anos, e estupro, ato libidinoso, contra a menina de 14 anos. '

Na delegacia o acusado negou o crime.

- Apesar da negativa, as vítimas confirmaram os abusos e deram detalhes de como tudo aconteceu - afirmou o delegado.

> Ministério Público investiga os pedófilos do Orkut.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artigos de Luiz Felipe Pondé

O que muda na língua portuguesa com a reforma ortográfica

Europa tem 75 mil prostitutas do Brasil