Após denúncia, avô de Isabella critica investigação (Portal Terra)

Antônio Nardoni, avô paterno de Isabella Nardoni, afirmou que não houve surpresa com relação à denúncia contra o pai e a madrasta da menina. Ele disse que acredita na inocência do filho, Alexandre Nardoni, e de Anna Carolina Jatobá e criticou o fato de que não constaria no laudo da perícia a presença de outras pessoas na cena do crime. Segundo ele, os relatórios da perícia não apontam um terceiro suspeito no local, assim como não identificam que agentes estiveram com a madrasta no apartamento no dia posterior ao da morte de sua neta.

- Em seguida ao ocorrido, fizeram a varredura na polícia militar, inclusive, no domingo, levaram a Anna Carolina, e o inquérito não aponta a presença dessas pessoas - disse Antônio Nardoni. O avô afirmou que o laudo, "em nenhum momento", aponta a presença dessas pessoas que passaram pelo apartamento.

Antônio Nardoni que não há motivo para o pedido de prisão preventiva, pois o casal sempre colaborou com as investigações.

- Não há motivo para o pedido da prisão, como não houve no primeiro pedido, pois eles estão em local sabido e sempre colaboraram - disse.

Marco Polo Levorin, advogado de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, informou por meio do porteiro de seu prédio que a defesa só vai se pronunciar após ter acesso à denúncia. Os advogados afirmam que ainda não tiveram acesso ao inquérito policial e foram hoje ao Fórum de Santana para tentar ver o documento.

> Nada muda na defesa do casal Nardoni, dizem advogados.

>Promotor pede a prisão de pai e madrasta de Isabella.

> Caso Isabella.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artigos de Luiz Felipe Pondé

O que muda na língua portuguesa com a reforma ortográfica

Europa tem 75 mil prostitutas do Brasil